Mercado Editorial 2019 – Novos recursos

Carlos Garcia Fernandes

Use os links para navegar entre os tópicos:

  1. Visão mais ampla
  2. Expansão e queda do mercado editorial
  3. Ele vai sobreviver doutor?
  4. Contato com o público
  5. Descentralize seu cérebro
  6. Novos recursos
  7. Redes sociais
  8. Financiamento coletivo
  9. Utilidade?
  10. Atualização do sistema editorial

 

06. Novos recursos

A loja sendo gerida separadamente torna-se leve, principalmente para celulares. Se for preciso mudar de loja ou de aparência, a editora não perde todo conteúdo produzido para os livros. Não terá de refazer tudo.

 

No blog pode-se alterar/adicionar informações sobre os livros, sem que seja preciso acessar a loja e interferir na performance dela. Numa organização futura, é possível que o gerenciamento da loja seja feito por uma equipe e o blog seja outra. O blog é o centro de participação do seu público.

 

Todos os textos publicados no blog, podem ser considerados produção de conteúdo, o google detecta textos copiados de outros lugares, então, os textos inéditos aparecem nas buscas proporcionando o tráfego orgânico, que são as visitas de gente que estava pesquisando um assunto específico, então é um tráfego mais qualificado, segmentado. O trafego de pessoas que não interagem e não compram, também são importantes pois são o futuro comprador, mas são os segmentados que comentam, que movimentam e trazem mais participações no blog.

 

Por essas coisas é que o blog é valioso, pois tem uma concentração de informações que ajudam a vender os livros, e se algum dia tiver que mudar a aparência ou até de servidor, nada disso afetará a loja, se algum dia as redes sociais falharem, falirem ou algo parecido, tudo estará preservado no blog e na loja. As empresas não gerenciam o destino das redes sociais, alguma delas pode fechar amanhã por algum escândalo de vazamento de informações e afins, por isso é importante colocar todo o trabalho em algum lugar que seja de sua responsabilidade.

 

O importante é trazer o público para a discussão no blog, para que se interessem pelos livros, formem uma comunidade, o acesso à loja é conseqüência da participação.

 

06.01 – Estatísticas

As origens de acesso podem ser diferentes entre a loja e o blog, mas a editora só saberá disso de maneira exata se forem locais separados.

De acordo com essas informações, decisões estratégicas podem ser tomadas, sejam de reforçar o conteúdo em algum aspecto ou investir diretamente na publicidade da loja.

 

Como as duas coisas estão separadas, será perfeitamente visível os pontos fortes e fracos do mundo on-line da editora. Por exemplo, pela origem de tráfego dá para saber se alguma rede social está ajudando a editora, ou se é a produção de conteúdo no blog que está dando mais acesso.

 

Se é a rede social, ótimo, dá-se continuidade ao esforço, com a ressalva de que a editora está na mão da rede social, o quem nem sempre é interessante. Isso nos conta que a geração de conteúdo e a manutenção da comunidade está deficiente, é necessário analisar como trazer mais participação ao blog, assim, sua editora estará sob seu controle.

 

Isso é a análise do contexto, números altos na rede social podem revelar que sua empresa está na mão de terceiros, o que nos leva ao tópico número 7, Redes Sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *